2

TENDÊNCIAS DOS COLARES PARA 2016

colares-Beyoncé

Os colares, sem duvida, dão um charme a mais no visual das mulheres. Eles são perfeitos para finalizar o look. -Quer um exemplo disso? Imagine você usando um vestido com um belo decote. Aposto que imaginou-se deslumbrante, e com um colar para detalhar esse decote ficaria perfeito. Porém agora vamos ver o que  interessa, conheça as tendências dos colares para 2016!

MAXI COLARES


Em 2016, os maxi colares continuaram na moda, mas tendem a ser mais curtos, e as correntes ficaram mais grossas. O dourado continua roubando a cena.

maxi-colar-corrente-dourada_1347328668622_BIG

MODELOS TRIBAIS


Eles são um pouco mais discretos, mas nem por causa disso menos elegantes.

images

COLARES TRIPLOS


Eles vieram dos anos 70 e prometem ficar dessa vez.

images (1)

PEDRAS NATURAIS 


Pedras naturais devem surgir forte entre os acessórios como brincos e colares.

maxi-colar-de-pedras-naturais

Gostou? está dentro do esperado? Fique a vontade para comentar!

Anúncios
1

Use o cinto de acordo com o seu biótipo!

acessorios-nas-famosas-cintos-4

O cinto, acessório do cotidiano feminino, faz muita diferença no visual das mulheres. Mas  ainda deixam as mulheres com o pé atrás na hora de escolher o modelo ideal para o seu tipo de corpo. Veja algumas dicas que podem fazer toda diferença na hora da escolha do seu cinto, de acordo com o seu biotipo!

DSC04642

Quadril largo com seios pequenos – abuse das peças folgadas e acrescente o acessório para definir a silhueta do corpo, no caso dos seios pequenos e quadril largo o ideal é usar o cinto mais largo bem abaixo do seio, assim valoriza os seios e cintura, tirando o olhar para o quadril largo.

blogger-image--1851668076

Quadril e seios largos – é importante evitar cintos bem abaixo do busto, porque eles aumentam o volume dos seios e ombro. O ideal é valorizar a cintura, tanto com cintos largos ou finos, a escolha do tamanho e material depende do seu look. Só não os use tão justos, o acessório é apenas para definir a cintura e não te apertar.

cintos010

Quadril pequeno e seios fartos – use os cintos na região do umbigo e quadril, é um ótimo truque para dar aquela empinada no bumbum e disfarçar a barriguinha indesejada, os cintos mais largos são aconselháveis.

foto-cinto-fino-com-vestido-01

Baixinhas com seios fartos – as baixinhas podem quase tudo, o ideal é evitar cintos muito abaixo dos seios ou da cintura, que aumentam o volume e achatam a silhueta. Cintos largos ou grossos devem ser posicionados acima ou abaixo da cintura, mas o truque é usar os cintos largos na cintura para alongar a silhueta.

0

Tratamentos caseiros para o crescimento das unhas!

maxresdefault

As unhas são fortes aliadas das mulheres, quando se trata da parte estética, e também quando se fala em moda. Porém muitas mulheres têm alguns problemas na hora de fazê-las crescerem. Algumas das razões pelas quais talvez suas unhas não cresçam como você gostaria são as seguintes:

  • Utilizar detergentes ou artigos de limpeza sem luvas
  • Infecções como fungos
  • Não deixá-las “respirar” (isto é, ficar com elas muito tempo pintadas)
  • O hábito de roê-las
  • Não consumir minerais
  • Falta de higiene

Agora veja alguns tratamentos “caseiros” que as fazem crescerem mais rápido!

O ALHO


alho

O tratamento caseiro com alho é um dos mais famosos e potentes. Uma das maneiras mais simples de aplicá-lo é amassar dois dentes e colocar a pasta sobre as unhas por 10 minutos, fazendo esse tratamento por uma semana, todos os dias.

 O SUCO DA LARANJA


laranja

A fruta contém ácido fólico, que estimula o crescimento das unhas. Esprema 4 laranjas em um recipiente. Em seguida, encharque pequenos chumaços de algodão no suco, deposite-os sobre as unhas e aguarde dez minutos.

O TOMATE


download

O tomate contém uma substância chamada biotina, que estimula o crescimento do cabelo e das unhas. Bata no liquidificado um tomate e uma colher (sopa) de azeite. Em seguida, encharque pequenos chumaços de algodão na mistura, deposite-os sobre as unhas e aguarde dez minutos.

A BABOSA


download (1)

A babosa é uma planta medicinal com várias propriedades e faz muito bem para as unhas. Retire os espinhos e a casca, raspe o gel com uma colher e bata no liquidificador. Depois coloque em um recipiente menor e pingue uma gota de óleo de oliva. Aplique  a mistura nas unhas sem esmaltes e a deixe agir por 10 a 15 min.

Pronto! Com esses tratamentos você, com certeza, irá notar a diferença dentro de alguns dias. Obrigado! e até logo!

0

ORIGEM DO BRINCO

brincos-grandes

Os brincos são acessórios de extrema importância no cotidiano feminino. Conheço muitas mulheres que quando esquece de coloca-los, acabam se sentido incompletas. É como fossem a blusa ou sutiã, e sair de casa sem uma dessas peças torna-se muito complicado. Agora conheça um pouco da história dos brincos!

A história dos brincos vem sendo montada ao longo do tempo por estudiosos. Seja como um sinal de riqueza ou objeto de identificação cultural. Historiadores afirmam que seu uso se deu por volta de 2500 A.C. De acordo com algumas crenças antigas, pensava-se que espíritos malignos poderiam  penetrar o corpo de uma pessoa através de seus orifícios. Com o propósito de impedir que isso acontecesse, é que surgiram os primeiros brincos. Após esse marco, os brincos ganharam popularidade e estilo, atravessaram o tempo influenciados ela condição econômica de seus usuários, pela moda e por fatores sociais.

0006714_brinco-argola-tubo-0513914

Originários da Ásia e Oriente Médio, os brincos tinham dois formatos: os pendentes que eram bem elaborados e as argolas. Funcionavam como indicadores de status sociais, quem os usavam era sinal de que haviam riquezas. Entre os marinheiros, ter uma orelha furada significava que o usuário do brinco havia viajado por todo o mundo ou cruzado a linha do equador.

esmeralda

Durante o império romano, pedras preciosas como safiras, esmeraldas e águas marinhas eram largamente utilizadas para compor seu design, e as mulheres ricas usavam os brincos para exibir seu status social.  Mas na idade média,a pobreza veio com tudo, e as jóias de metais declinaram nitidamente, embora o design tenha sido preservado e usado posteriormente. Durante esse período a atenção se voltou para os penteados e vestimentas mais elaborados, bem como os enfeites de cabeça. Como resultado disso, os brincos perderam muito de seu apelo.

Entretanto, durante o século XVI, os cabelos começaram a ser usados presos, no alto da cabeça, deixando o rosto à mostra. Dessa forma, os brincos começaram a aparecer novamente, por volta de 1850. No entanto, perderam popularidade mais uma vez, já que os cabelos passaram a ser usados cobrindo as orelhas e bonés e chapéus eram quase que obrigatórios. Além disso, a crença religiosa e o comportamento social da época associavam os brincos ao paganismo, à vaidade e aos excessos morais.

Em meados do século XX, os brincos ressurgem com força total e com diferentes formas,tamanhos e pesos. Tornaram-se populares sendo que os modelos mais discretos eram usados durante o dia e os mais deslumbrantes ficavam reservados para a noite. Atualmente podemos ver uma gama de brincos por aí, e a moda faz com que se tornem cada vez mais presente.

Celebridades-Brinco-Franjas

0

Como escolher os seus óculos de sol

02_1

Escolher os óculos escuro perfeito para o seu rosto pode se torna uma missão muito difícil, pois, geralmente, precisa-se de muito tempo para testar qual fica melhor em você. Pensando nisso, vou te dar alguns toques para que consiga achar a armação perfeita para seu rosto.

As primeiras dicas são fundamentais, pois tem a ver com o conforto que óculos irá proporcionar. Então anote as dicas:

1° dica. A pupila deve estar centralizada no desenho da armação, como se fosse um alvo. O apoio no nariz deve ficar confortável e encaixar bem, sem marcar a pele, o que ocorre quando o tamanho não está certo.

2° dica. Quanto maior a área de apoio no nariz, melhor, pois divide o peso

3° dica. As hastes devem apenas se apoiar nas têmporas, sem pressioná-las, o que significa que os óculos não devem ser apertados.

As próximas dicas são para os tipos de rostos:

oculos-correto-para-cada-tipo-de-rosto

Agora o resto é com você, nada de muita pressa na hora de comprar e siga estas dicas que você encontrará o seu óculos de sol perfeito.

1

História do sapato de salto alto

salto_diferentes

Muito se discute sobre a origem do sapato de salto alto, mas ainda não se sabe, exatamente, aonde e quando ele surgiu. Entretanto o Egito antigo é considerado o primeiro lugar que possivelmente tenha surgido os sapatos, os quais se parecem com os atuais. Pinturas rupestres de 3500 A.C mostram uma versão antecipada dos sapatos usados pelas classes mais altas. A maior parte das pessoas do Egito antigo andavam descalças.

chopine

Durante a idade média aparece um tipo de sapato com o solado de madeira, considerados, por muitos, a verdadeira inspiração para o salto alto que eram usados tanto por homens quanto por mulheres. Logo em seguida, os sapatos plataformas(“chopines”, “originário da Turquia”) surgem por volta de 1400, e se espalhou pela Europa, mas com um detalhe marcante agora, Os sapatos eram de uso exclusivo das mulheres. Os venezianos transformaram esse sapato, dando-lhe mais riqueza e luxo, tanto em seu material, quanto no seu uso. Em alguns outros países, esse tipo de sapato era usado por concubinas e odalíscas para evitar que escapassem do harém. Os elementos de dominação já estavam assinalados nos pés dessas mulheres.

Moda-inverno-quente-sapatos-de-couro-genu&iacute

Enquanto o Brasil estava sendo descoberto, por volta de 1500, os sapatos começavam a ser feitos em duas partes, uma superior flexível unida com uma sola mais pesada e dura. Os mesmos ganham popularidade durante esta época, e os homens voltam a usá-los novamente para a pratica de equitação.o salto simples para equitação deu lugar a saltos mais finos nessa mesma época, tornando-os mais elegantes. O sapato virou moda na aristocracia francesa e passou a figurar uma marca de privilégio social. No início dos anos 1700, o rei da França, Luis XIV adotou também em suas vestimentas e decretou que só a alta nobreza podiam usar salto.

2010_08_1316_50_3691442saltos

Com início da revolução francesa, os saltos desapareceram. Pois surgiu o  movimento pela igualdade, e nessa época os sapatos sem salto roubaram a cena. Por volta de 1800, o salto ressurge, mas dessa vez, com uma grande variedade de tipos e alcançando toda a América. Já  na atualidade, podemos ver um infinidade de saltos para os mais variados gostos, alguns bastante estranho! A moda fará com que continuem presente por muito tempo ainda!